WHO IS ANNA WILLIAMS?

BEFORE YOU READ: THIS IS NOT A PRO-ANA OR PRO-MIA SITE. HOWEVER, I DO RESPECT AND OFFER COMFORT AND SUPPORT TO THOSE WHO SUFFER FROM THOSE EATING DISORDERS. THIS BLOG IS ABOUT MUCH MORE THAN JUST FOOD AND WEIGHT ISSUES. ANTES DE LER: ESTE BLOG NÃO É PRO-ANA OU PRO-MIA. NO ENTANTO EU RESPEITO E OFERECO CONFORTO E APOIO PARA AS PESSOAS QUE SOFREM DESTES TRANSTORNOS ALIMENTARES. ESTE BLOG É MUITO MAIS QUE APENAS UM BLOG SOBRE COMIDA E PROBLEMAS COM PESO.

WHO AM I?

My internet name is ANNA WILLIAMS: a tribute to my best friend in middle school, whose name is ANNA and to women I admire and my dad admired (he passed away in 2003) : Serena Williams, Venus Williams and Vanessa Williams (the first two are tennis players, the latter is an actress, but she is also a singer and she lost her title as Miss America for ludicrous reasons. Yes, they're all black women. No, I'm not related to them, neither do I even look like them. They are all amazing in their own way, but I AM WHAT I AM, my own special creation. I look like my mom, dad and family members)
I am a 40-year old woman who has lived in 4 different countries(USA,Australia,New Zealand, currently in Norway)learned 3 languages besides her own (Spanish,English,Norwegian)and has enjoyed a little bit of modeling, lots of traveling, heaps of teaching and learning... I am educated as an EFL and ESL teacher and I have a Masters in Education in English Literacy. I am Brazilian: a mixture of Polish, Indigenous Brazilian and Black Brazilian. I am a person, not a color.
Modeling was just a hobby. I was NEVER a super or top model. I don't even fit the characteristics. I am 5ft4 - 5ft6 (not sure because I've been measured several times and I come out looking taller or shorter depending on where I am measured. I'm ALWAYS MEASURED WITHOUT SHOES , so it's not that) While modeling I weighed 96 - 137 pounds and ironically enough got more jobs when I was at the heaviest end of the scale. I was NEVER FAT, but I do have a latent eating disorder. Don't try to understand me. If you read this blog you will realize it's about my relationship with food and also about who ANNA WILLIAMS is. My alterego, my internet persona who helps me cope with everyday situations. I spend 99% of my time with my daughter. I leave www.justin.tv on as background noise when I'm at home and in between chores sometimes I browse through channels and even talk to people, but my main occupation is MOM:-) I also have a job at a hotel as ''extra help'' and at a school as a substitute Spanish teacher. But my degree is in ENGLISH and LITERATURE in that language.

If you like me and want to see my videos go to my youtube channel www.youtube.com/safiwantstolive and also follow my justin.tv channel www.justin.tv/safi_anna . I am not a porn star, stripper or any other kind of sexually oriented professional. None of my ''shows'' are sexual. If you interpret them that way, you're a fucking loser.

It's ok if porn stars want to make money that way. I respect them as I respect strippers, but I am not and never have I been in those professions. I was a model for a while and I am highly educated, never needed to struggle for money because my parents in Brazil supported me financially. My father was an engineer who went to university for 6 years, my mother is educated as a teacher and they gave me the best upbringing a person can have.

Yes, I wear tiny clothes and bikinis. My Brazilian culture allows me to do that in a natural way and it really doesn't have anything to do with sex. Again, if you think it does, you're a loser.

I also do shows on battlecam, none of them are sexual either. People who masturbate to random women who are moving around in a non-sexual way and singing on the internet, whether they are in a bikini or in regular clothing are mentally disturbed. That's just my opinion.

I don't need or want your attention, to be perfectly honest with you: my least favorite part of all channels (tinyshit, jtv, battlecam, etc) IS THE CHAT ROOM. People either suck up too much or they insult you. There are very few nice/regular people to talk to. I don't like small talk, my shows are my time to express my creativity. People who come in with ''Hi, Anna! How are you today?'' sometimes don't realize that.

The third season of my show, HOWEVER, was ALL FOR THE FANS. I HAVE BEEN CHATTING MORE AND DEDICATING MORE TIME TO THE CHATTERS, VIEWERS AND FANS WHO CARE ENOUGH TO FOLLOW ME ON THE INTERNET THROUGHOUT ALL DIFFERENT STREAMING SITES:-)

www.battlecam.com/anna_williams

SIGLAS

SIGLAS QUE EU USO MUITO NOS MEUS POSTS
LF low food (literalmente ''baixa comida'' - pouca comida)

NF no food (literalmente ''não comida'' - nenhuma comida)
SF days semi fasting days (literalmente '' dias de semi-jejum) Este eu tive que inventar porque como eu não fico 24 horas sem comer, não tenho permissão das hardcore anas para usar o termo NF:-) risos*
RA Reeducacão alimentar
TA Transtorno alimentar
AF Atividade Física

Seguidores

Newscaster as a teenager

ANNA WILLIAMS ON TWITTER

De onde estão lendo o meu blog?

domingo, 14 de dezembro de 2014

Mais um dia de sobrevivência



Meninas, olhem no espelho mesmo que alguém tenha chamado vocês de gordas, feias e velhas, digam assim: Sou linda e ninguém pode me dizer o contrário!

Sobrevivam! Não deixem que ninguém tire a integridade de vocês através de palavras.

Tenham um bom dia!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Sobrevivendo o fim de ano, sofrendo como sempre

Sobreviver é preciso.
Não há outra forma de encarar a vida nos momentos difíceis.
Eu estou já sentindo que em ritmo de natal quando se iniciam as festas e todo mundo compra comida, planeja a ceia de Natal e se sente feliz com a chegada deste fim de ano eu tenho muita ansiedade. Odeio comer em excesso e no Brasil era sempre apenas no dia 24 , 25 e depois dávamos uma paradinha e comíamos apenas na noite da ceia de Ano novo ou no dia 1o.

Aqui na Noruega, para quem não está acostumado a ler meu blog: eles fazem comidinhas especiais ao longo do mês de Dezembro. Do dia 1o. (primeiro) ao dia 24, as criancinhas recebem um presentinho de Natal por dia. São presentes pequenos, mas ainda assim celebram o Natal todo dia. Na escola tem bolo, pãozinho especial, frios especiais e uma série de doces nas horas vagas das criancinhas.

Nas casas das pessoas, com a árvore de Natal já armada, todos colocam balinhas, chocolatinhos e outras guloseimas sobre a mesa para que possam beliscar. Eu me sinto sufocada com tudo isto. Só de ver as pessoas comendo eu me sinto mal.

Já sei que dia 24 na ceia de Natal que será feita para a família do pai da minha filha eu terei que me apresentar como sempre daquela forma cordial, colocando de tudo no prato e mexendo nele devagar, mudando a comida de lugar para parecer que estou comendo bastante.

Eu já tenho decorado todo o menu: beterraba, repolho, carne de porco assada, batata e couve de Bruxelas. Tudo sem sal e com um molho calórico.

Também servem refrigerante de natal, salsichas de Natal, frios de Natal... tudo de Natal... Uó

Mas apesar de todos os problemas que tenho e dos arranjos em que eu vivo no momento, eu vou á esta ceia apenas pela minha filha, porque eu odeio ceias de natal.

Em 2011 eu tive pneumonia e não pude ir.

Fiquei em casa.

Este ano eu vou fazer por cortesia á minha filha o mesmo de sempre.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Para as anoréxicas, bulímicas, obesas, normais que tem problemas com o relacionamento com a comida e para todas vocês! Este post eu dedico a todas nós!






Estas fotos mostram diferentes momentos da minha vida, em diferentes pesos, mas uma coisa é certa: a minha inteligência e minha coragem ainda são as mesmas.

Minha filha tem sido minha rocha nos momentos em que eu preciso mais.

O amor da minha vida é o que eu tenho um futuro certo onde serei feliz.

Então hoje eu vou dizer o que sempre digo:

ANOREXICAMENTE MAGRA E LINDA COMO FUI HÁ UNS 20 ANOS ATRÁS NUNCA MAIS SEREI, MAS MANTEREI MEU PESO NAQUELA CATEGORIA DE MAGRA NORMAL E FAREI EXERCÍCIOS DIÁRIOS, CAMINHAREI, FAREI ABDOMINAIS TODOS OS DIAS, AO MENOS ENTRE 200 E 600 QUANDO CONSEGUIR.

Queria que as pessoas que chegassem em meu blog entendessem que mesmo que estejamos em pesos diferentes, somos todas iguais, temos um problema com o relacionamento com a comida.

O relacionamento com a comida e a dieta é o que nos torna parecidas.

Mesmo que umas pesem 150 e outras pesem 35kgs.

Temos algo dentro de nós que ''não bate'', que não nos deixa aproveitar a comida como as pessoas ''normais'' e por isto ou engordamos demais, emagrecemos demais ou ficamos sanfonando e morrendo de medo do peso, das calorias, sofremos com a culpa e a vontade de eliminar a comida.

Algumas de nós queremos eliminar a comida vomitando, tomando laxantes ou apenas mastigando e cuspindo. Cada uma de nós tem uma mania que não é saudável.

Estamos unidas pelos nossos transtornos e temos que celebrar a batalha que continuamos travando ainda nos blogs porque os blogs nos ajudam a sobreviver.

Eu nunca fui bulímica, mas fui anoréxica.

Eu já tomei muito laxante mas estou há alguns anos sem tomar.

No momento estou até saudável, mas uma coisa é certa: a vontade de ser mais magra está sempre lá. Eu cheguei a ganhar 12 pounds e estou agora aqui pensando como é maravilhoso que o homem que eu amo adorou meu corpo desta forma, mas ao mesmo tempo como eu as vezes queria emagrecer e ficar fora do peso perigoso, longe dele.

Estou com 59kgs, é o fim da picada. Tenho muito medo.

Mas fazer o que?

Vou ficar blogando e tentando me manter fora da linha de perigo! Dêem sinal de vida, meninas!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

A resposta de Deus, o peso, a tristeza, a vontade de viver, etc







Fotos de rosto: uma raridade em muitos de nossos blogs sobre peso, dietas e problemas no relacionamento com a comida. Geralmente o que vemos são fotos de pessoas ANTES E DEPOIS.

Eu particularmente ADORO este tipo de foto porque eu vejo o progresso de alguém e isto me MOTIVA A CONTINUAR NA LUTA PARA PERDER O PESO.

No entanto, este post de hoje traz fotos do rosto da minha mãe que NUNCA FEZ PLÁSTICA NO ROSTO.  Ela fez lipo, fez plástica na barriga e tem silicone, mas no rosto ela nunca mexeu e está com a aparência mais jovem que muitas mulheres na sua idade.

Eu digo a ela que quero muito que ela não se contente em ser uma ''gordinha de rosto bonito'' . Gente, não existe nada feio em ser gordinha. Hoje em dia, com as modelos plus size fazendo o maior sucesso, beleza vem em vários tamanhos. O que eu insisto com a minha mãe para perder peso é devido á saúde dela

Ela está com 65 pra fazer 66 anos. Ela está com mais de 100kgs e tem 1:67-68. Isto é muito! Muito peso para uma pessoa na idade dela.

O rosto dela é maravilhoso.

Ela faz aniversário em dois dias e eu estaria no Brasil se não fôssem os problemas que tenho tido em minha vida. Se vocês imaginassem o que eu passo psicologicamente todos os dias, não teriam dúvidas no quanto é difícil viver e sobreviver estes problemas.

Queria ter estado com mamãe, mas se tivesse viajado, teria criado muitos outros problemas e eu já a vi duas vezes em menos de um ano, o que para uma família de classe média é muito pra duas viagens internacionais em um ano.

Viajar custa caro. Por isto compramos os vôos mais baratos, com mais paradas e ficamos correndo de portão a portão para tomarmos nossos vôos, sentamos nas cadeirinhas apertadas da classe econômicas e sem reclamar porque não temos 30 mil coroas para pagar mais.

Então eu vejo pela parte realista de minha vida.

Muito tem acontecido na minha vida nos últimos dois anos. Por isto este blog não tem tido muitos posts.

Minha filhinha na última semana teve uma infeccão nos dedinhos e já está curada, gracas a DEUS. Eu tive conjuntivite ou tercol, e fiquei esta semana com os olhos inchados horrorosa me sentindo um lixo.

Tenho vivido uma crise emcional muito difícil. Eu sofrí muito mesmo. Se vocês tivessem acesso aos meus pensamentos e se soubessem o que eu tenho passado tentando provar minha decência de caráter para uma pessoa que eu amo muito e que me vê numa visão tão distorcida que me dá vontade de chorar e morrer quase que uma vez por semana.

Eu tenho tido vontade de morrer semanalmente e tenho lutado para sobreviver.

Vocês imaginam o que é uma pessoa ser inocente, não ter cometido um crime e ser mandada para a cadeira elétrica?

É assim que eu me sinto.

Não vou poder explicar tanto.

Mas esta é a causa da minha tristeza.

Tenho vontade de viver porque minha filha precisa de mim, mas as vezes é muito difícil

A resposta de DEUS virá. Tenho certeza.

Sorrindo mesmo quando as lágrimas querem nos afogar





A melhor maneira de se enfrentar o dia-a-dia é sorrindo mesmo quando as lágrimas querem nos afogar. Não podemos chorar na frente dos colegas de trabalho, durante o expediente ou em situacões nas quais somos julgados.

Então o sorriso é a melhor maneira de lidar com isto. Eu as vezes desabo quando estou sozinha porque passo muitos momentos em frente ás pessoas sem poder chorar, sem poder demonstrar os momentos de tristeza.

É especialmente difícil fazer isto quando temos uma sala de aula cheia de meninos e meninas que precisam da nossa fortaleza como professor. Somos um exemplo, somos o porto seguro desta juventude.

Aqui na Noruega chorar é um sinônimo de fraqueza e eu procuro não demonstrar porque sei que seria mal vista e julgada. Então só posso chorar e me afogar nas lágrimas quando estou no meio de estranhos, as vezes a tristeza é tão grande que eu me sinto sozinha no meio de uma multidão. Um dia desses eu chorei na fila do correio.

Sei que as pessoas podem tentar advinhar o que está errado comigo, mas não quero contar para ninguém.

Já tenho na psicanálise o local seguro para isto e muitas vezes posso dizer ao homem que eu amo tudo aquilo que estou sentindo. Muitas vezes uma palavra dele me acalma e o silêncio dele me entristece.

A minha filha me põe um sorriso no rosto e a esperança de um futuro melhor, feliz e cheio de amor me mantém viva.

Eu ainda não perdi os 12 pounds, mas como disse no último post: continuo ainda malhada porque todos os dias eu tenho rotina de situps, pushups e exercícios para não deixar a bunda ficar caída e horrorosa. Então ainda tenho um corpo saudável, talvez eu consiga perder este peso. Quem sabe?

O importante é que posso sorrir e não deixar que as lágrimas me afoguem. Mesmo em meio ao maior sofrimento, encontrarei uma luz no fim do túnel.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Nunca me sentí tão medonha na minha vida

Estou me sentindo medonha. Por esta razão vou postar uma foto de um dia em que eu estava bonita. Eu e minha filha estávamos passeando no centro no ver~so. Eu de bracinhos de fora e Skyler de camisetinha também. Agora está um frio de lascar.

Gente, eu estou com tercol/conjuntivite, seja lá o que chamam. Estou horrenda. Não tenho coragem de postar uma foto recente por isto.

Eu trabalhei Sábado, saí com minha filha no Domingo e trabalhei hoje com uma cara horrível mas com DEUS no coracão <3 .="" p="">
Ainda não perdi os 12 pounds, mas se for para perder, vai acontecer. Meu corpo ainda está malhado e super em forma, mas me dá raiva do peso a mais.

sábado, 8 de novembro de 2014

Dicas para emagrecer, manter o peso e mais que tudo: manter-se saudável!

Hoje eu não vou falar de amor, do que está no meu peito e dentro de mim, do que me dói ou do que me faz feliz.
Hoje eu não vou falar do meu passeio a Suécia, das aulas que ministrei esta semana ou da saudade que tenho do Brasil.
Hoje eu não vou chorar e sofrer, vou continuar mantendo-me forte e vou usar este espacinho para falar do que iniciou tudo isto: T.A.

T.A.
Transtorno Alimentar é aquilo que todas nós temos em comum. Desde a obesa até a anoréxica e bulímica. O mindset é o mesmo. Sofremos e muitas vezes o T.A. é o sintoma e não a doencinha que nos mata.

Ele é um sintoma de que algo não vai bem em nossas vidas.

Então precisamos criar mecanismos de defesa para vivermos um dia de cada vez, como um alcóolatra que precisa contar cada dia sem o álcool, nós contamos cada dia que temos um comportamento ''normal'' a.k.a. SAUDÁVEL

Eu tenho tomado de 2 a 3 ônibus ida e volta para ir para o trabalho quase todos os dias. Eu tenho que caminhar de um ponto de ônibus a outro e as vezes eu salto um ponto antes para caminhar um pouco mais. SIM, PARECE COISA DE DOIDO. Mas o fato é que eu agora vou a academia umas 2 vezes por semana e tenho que me exercitar em casa e em todo outro lugar que eu for.

CANELEIRAS E ABDOMINAIS : O MUST DE SEMPRE.

Caminhem, caminhem, e caminhem. AJUDA MUITO!

Tenho tomado café da manhã, feito um lanchinho no servico e jantado cedo sempre que posso.

Outros dias eu fico sem comer igual a muitas que tem também uma eating disorder.

Mas eu estou sempre em conflito. Engordei 12 pounds que agradaram muito ao homem que eu amo. Ele não gosta de mulher ''muito magra'', mas eu as vezes acho que devia emagrecer tudo de novo porque as vezes me sinto gorda.

Peso uns 59kgs no momento. Eu tinha chegado a 12 pounds menos que isto. Estava magérrima.

Agora estou magra , mas estou MUITO PROXIMA DOS 60 KGS e isto me assusta.

Estou lutando para ficar saudável, mas ao mesmo tempo tenho ainda lá no fundo aquela vontade de ficar mais magra.

É assim: a vida da mulher que tem T.a. é assim mesmo e não tem jeito. Um dia estamos bem, outro dia estamos deprimidas e nos odiando porque comemos. Um dia comemos pouco, no outro não comemos nada. Um dia fazemos um puta binge! No outro compensamos.

E a vida continua!

Aqui vão fotos do meu dia com Skyler na Suécia. Desculpem! Não resistí!



Fizemos compras na Suécia, depois lanchamos (almocamos ?) e viemos embora. Um dia como muitos nos últimos 8 anos de minha vida. Skyler é tudo pra mim! Ela e o homem que eu amo sempre serão o centro de tudo e ninguém, nada vai mudar isto.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Acorde, ande, sorria para você no espelho, assim se sentirá melhor

Sorrir para si mesma no espelho e amar o seu corpo mesmo que o resto do mundo te diga que você é horrorosa é um desafio.

Digo isto porque sou bombardeada de insultos á minha aparência física pela sociedade e ainda assim eu ainda consigo sorrir porque existe no mundo uma pessoa muito especial que não me acha horrorosa.

Minha filhinha me faz sorrir.

Encontre em sua vida algo que te faça sorrir: um grande amor, um filho, uma atividade, algo que te complete.

Encontrei o grande amor de minha vida e ele me faz sorrir e chorar. Tenho certeza que são as circunstâncias da vida e não culpa dele totalmente. Minha filha, no entanto, sempre me faz sorrir.

Estou trabalhando com os melhores alunos do mundo.

As criancinhas norueguesas são muito educadas e muito boazinhas. Meu trabalho como professora de Inglês e Espanhol tem me feito muito feliz e este é um amor em minha vida: minha profissão de professora de idiomas.

Eu estudei Inglês desde os 6 anos de idade, vivi em países de Lingua Inglesa, fiz universidade de Letras-Inglês e um Mestrado em Educacão em Língua Inglesa, tenho toda a capacidade para este trabalho que me faz tão feliz.

Gostaria que o amor eterno fôsse sempre feliz e que só trouxesse alegrias, mas o amor as vezes dói e não faz sorrir. Assim é a vida.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Me retratando: Sorry, Renee!

https://tv.yahoo.com/news/renee-zellweger-steps-looking-more-151300455.html

De repente naqueles dias logo depois de ter feito a plástica, o rosto dela pode ter parecido destruído, mas nestas novas fotos um tempo depois pode-se ver uma beleza mais natural e esta é a Renee que todas nós idolatramos nos filmes da Bridget Jones!